terça-feira, 11 de outubro de 2011

Doberman branco

Foto: Maxually


Características

Os dobermans brancos não são albinos como poderíamos pensar em um primeiro momento. Um animal albino caracteriza-se pela ausência de pigmentação  e os cães desta raça apresentam pigmentação, muito embora esta seja reduzida dando-lhe uma pelagem creme clara e olhos azuis. Portanto, sua cor branca não se deve à ausência de pigmentos, mas sim à presença de pigmentos brancos..

De acordo com o D.P.C.A (Dobermann Pinscher Club of America) a cor branca não é aceita, pois por se tratar de um cão de guarda isso faria com que o animal fosse facilmente identificado por um eventual meliante. No entanto, esta mesma entidade aceita cães de cor isabela (faws em inglês) que podem apresentar tonalidades ainda mais claras que os ditos dobermans brancos.

Para outros cães desta cor deveriam ser valorizados e não repudiados, pois quando utilizados em situação de resgate e rastreamento eles seriam mais facilmente identificados quando trabalhando no período noturno.





Comportamento

Muitos dobermans brancos não têm o temperamento adequado da raça, por causa do inbreeding exagerado feito pelos criadores inescrupulosos, mais preocupados em vender do que em aprimorar a raça.


Permitidos ou proibidos?

A cor branca é inaceitável no padrão da raça e dobermans brancos não são permitidos pela principais associações mundiais -  AKC e FCI. No entanto, esses cães podem competir em  conformação e eventos, como tracking, schutzhund, flyball, agility, programas de teste de temperamento, etc.


Para saber mais

3 comentários:

É novidade prá mim.A matéria foi bem informativa. Parabéns.

Matéria incorreta e tendenciosa. Não existe doberman branco, a raça é escura. Mesmo a variação Isabella não é branca, a pele é escura e a pelagem é cinza-prateada. O simples fato do doberman possuir pele rosado e olhos claros denuncia o albinismo. Não é uma simples mutação genética de cor de pêlo, é um defeito genético que pode trazer muitos sofrimentos ao animal.

O albinismo, no doberman, causa hipersensibilidade à luz. A probabilidade de ocorrência de câncer de pele é altíssima.

Os criadores que provocam a ocorrência de albinismo através da continuidade do cruzamento de indivíduos com o gene defeituoso são irresponsáveis, causam sofrimento aos animais e a continuidade do problema, só visando o lucro da venda a pessoas que não conhecem. O doberman albino sequer é raro, como propagandeiam, porque é muito fácil conseguir um cruzamento que gere filhotes albinos.

É um crime gerar doberman albino. Um crime contra a saúde dos animais.

Este comentário foi removido pelo autor.
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Real Time Analytics